Sobre Santiago

  • paisagens-do-interior-santiago-cabo-verde

Santiago é maior ilha de Cabo Verde com 75 km de comprimento. Foi a primeira ilha a ser descoberta e povoada pelos navegadores portugueses dando assim início ao povo das ilhas. Desde cedo representou um papel importante no comércio e navegação entre Europa, África e as Caraíbas. O seu ponto mais alto é o Pico de Antónia com cerca de 1394 m de altitude e a Serra da Malagueta. Santiago é uma ilha maioritariamente agrícola pois ao contrário das outras ilhas existe água em abundância. Há muita vegetação nas zonas mais altas com grandes plantações de árvores de frutas como Coqueiros, papaieiras, bananeiras, tamareiras ao passo que nas zonas baixas da ilha, o panorama é mais árido.

Pico D´Ántónia  Créditos: Elysa

Pico D´Antónia Créditos: Elysa

A primeira cidade fundada pelos portugueses em África foi a cidade da Ribeira Grande nomeada na altura como a primeira capital de Cabo Verde. Hoje mais conhecida como Cidade Velha, fica apenas a 15 km da cidade da Praia e é um grande centro turístico. A sua fama de cidade histórica, onde existem várias memórias deixadas pelos seus descobridores fez com que fosse considerada em 2009 pela Unesco como Património Mundial da Humanidade. O Forte de São Filipe com um canhão apontado para o mar, foi construído pelos portugueses após vários ataques de corsários famosos como o Francis Drake em 1585.O Pelourinho onde era feita a venda de escravos é do estilo Manuelino datada de 1520, a Sé Catedral em ruínas e a Igreja de Nossa Senhora do Rosário ainda com os túmulos e azulejos bem conservados são alguns dos outros monumentos que testemunham todo o seu passado histórico.

Forte de São Filipe - Cidade Velha

Forte de São Filipe – Cidade Velha

Em 1858 a vila da Praia foi elevada à categoria de Cidade e hoje é a capital do arquipélago. Situada a
apenas a 3km do Aeroporto Internacional a cidade da Praia é sem dúvida o centro de atracção dos movimentos diários. O ‘Plateau’ é o centro histórico da cidade onde se concentram inúmeras casas comerciais, cafés, restaurantes  bancos, serviços de saúde, educação, turismo. Uma visita obrigatória é o seu mercado onde as vendedeiras chegam logo cedo para venderem os seus produtos nomeadamente agrícolas; legumes, frutas, vindos do interior da ilha e o famoso mercado típico de Sucupira onde se encontra de tudo um pouco, desde calçado ao vestuário.

Cidade da Praia

Cidade da Praia

Descendo o Plateau, temos a famosa praia da Gamboa, palco de um festival anual de música, normalmente de 19 a 22 Maio, mais adiante fica a Prainha, zona das embaixadas e dos mais conhecidos hotéis da ilha. Locais a visitar o farol de Dona Maria Pia ou a Cruz do Papa uma grande cruz que fica no alto e com uma bela vista sobre a praia de Quebra Canela. Também Palmarejo, merece uma visita, localidade onde residem pessoas da classe média alta com prédios modernos com elevadores e grandes terraços.

Praia da Gamboa e o Farol de D. Maria Pia

Praia da Gamboa e o Farol de D. Maria Pia

A vila do Tarrafal fica a 70 km da Cidade da cidade da Praia. Conhecida por “Colónia Penal” foi aí construído o antigo presídio em 1936 para albergar presos políticos e sociais quer de Portugal quer das colónias portuguesas. A Baía de Tarrafal é um lugar paradisíaco, tem uma praia de águas cristalinas e areia branca ladeada por vários coqueiros.

Baía do Tarrafal Créditos: Cabo Verde Safari

Baía do Tarrafal Créditos: Cabo Verde Safari

Existem outras localidades de uma beleza rara como São Jorge que fica no sopé do elevado Pico de Antónia, onde se encontra o único jardim botânico do país. Rui Vaz, a meio caminho do ponto mais alto da ilha, onde se obtém uma vista panorâmica inigualável. A segunda cidade de Santiago é a cidade da Assomada, fica a cerca de 50 km da Praia. O seu mercado é dos mais conhecidos e onde se encontra o Museu da Tabanka.

Cachoeira em São Jorge dos Órgãos Créditos: Cabo Verde Safari

Cachoeira em São Jorge dos Órgãos Créditos: Cabo Verde Safari

Na ilha de Santiago podemos assistir a inúmeras manifestações realmente tradicionais. Uma delas é o fabrico do grogue, uma bebida local extremamente forte talvez comparada a uma aguardente de pêra com sabor tropical. Em ambientes rurais é ainda fabricado de uma forma artesanal através de um mecanismo que serve para esmagar a cana-do-açúcar e é movido somente por força animal (bois ou burros). A Tabanca que é conhecida como manifestações de rua. São festas cristãs aculturadas com o ambiente africano que lhe confere uma outra animosidade, os intervenientes vestem roupas de cores garridas, há um ritmo quente, canções e danças alegres e tudo isso acompanhado pelo rufar dos tambores marcando sempre o compasso ao som dos búzios.

Trapitche artesanal no Interior de Santiago Créditos: Elysa

Trapitche artesanal no Interior de Santiago Créditos: Elysa

O Batuque que é feito normalmente num quintal de uma casa. Um conjunto de mulheres organizam-se em círculo normalmente sentadas em cadeiras, O ritmo é feito pelas batucadeiras através de palmas ou batendo num pano. Existe uma cantora principal e o resto acompanha repetindo em coro. Uma das mulheres coloca um pano à volta da anca e dirige-se para o meio para dançar. Inicialmente a dança é calma, feita apenas com o oscilar do corpo. À medida que as batucadeiras aumentam o ritmo, a dança muda, vai aumentando até que fique somente com o requebrar das ancas (da ku tornu), quando termina volta para o seu lugar dando lugar a outra. Esta manifestação cultural tem também na sua origem um forte teor de contestação a classe colonizadora.

Rabelados do Interior de Santiago

Rabelados do Interior de Santiago

Para além dos mais saborosos pratos de peixes e mariscos, o prato principal da gastronomia de Santiago é a cachupa. É preparada com uma grande variedade de carnes, milho, feijão, abóbora  mandioca, batata doce mas a sua confecção depende das possibilidades monetárias de casa um, por isso existe a cachupa rica e a cachupa pobre, é normal pedir ao pequeno almoço um prato de cachupa do dia anterior refogada com ovo estrelado por cima. hoje é servida mesmo nos cafés, restaurantes e hotéis, é o prato nacional.

Place Categories: Sobre a Ilha.Place Tags: Batucadeiras de Santiago, Cidade da Praia, Cidade Velha, Forte de São Filipe, Interior de Santiago, Pico D´Antónia, Praia de Cidade Velha, Rabelados and Trapitche artesanal de Grogue.

Place Your Review

Send To Friend

Send Enquiry

Claim Listing

What is the claim proccess?